1 de abr de 2007

Urbanismo de calças curtas 1

Ao mesmo tempo em que pressiona os comerciantes a diminuírem o tamanho das placas dos seus estabelecimentos, a Prefeitura polui visualmente a cidade, vendendo espaço publicitário nas grades de proteção para mudas de árvores, em ruas e avenidas estratégicas. São pequenos reclames, concordo, mas a poluição visual é gerada não só pelo tamanho mas também pela quantidade de elementos.

Ninguém assume a manutenção dos tais cercados. Meses depois de colocados, estarão estragados e muitas das mudas estarão mortas ou raquíticas. A Prefeitura e os empresários terão obtido o lucro desejado: pra nós sobrará um pouco mais de lixo.

.

Nenhum comentário: